Dissertation Writing service Buy Dissertation Online essay writing service cheap essay writing Laboratório Multidisciplinar de Tecnologias Sociais comemora um ano de existência | UFAPE

Laboratório Multidisciplinar de Tecnologias Sociais comemora um ano de existência

Na quinta-feira, dia 12 de dezembro de 2019, o Laboratório Multidisciplinar de Tecnologias Sociais (LMTS) comemorou um ano formal de sua constituição como coletivo e como comissão da UAG ligada a Direção Geral e Acadêmica. Este dia representou um marco de um ano de muito trabalho, realizações e dedicação de todos os envolvidos. Ao final, neste ano, o LMTS realizou 16 projetos e 09 em andamento, sejam eles projetos próprios do Laboratório ou por ele apoiados.

O Laboratório Multidisciplinar de Tecnologias Sociais nasceu como uma iniciativa de professores da UAG-UFRPE, com foco no desenvolvimento de tecnologias sociais e com o propósito de atender à demandas da UFRPE e sociedade em geral. É um espaço permanente de ensino, pesquisa, extensão, inovação e colaboração com a gestão institucional.

Listamos a seguir alguns dos projetos e softwares livres produzidos pela equipe do LMTS em 2019:

  • O software S.O.S Enade demandado pela Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PREG) que surgiu da necessidade de preparar os discentes da UFRPE para realizarem o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE). Para mais informações clique aqui
  • O ConectAEE surgiu a partir de uma necessidade de comunicação entre os agentes atuantes na educação de alunos com deficiência. O seu objetivo é ajudar esses agentes a se comunicarem, facilitando a tomada de decisões, propiciando o progresso e a visualização dos mesmos para cada perfil de aluno. Para mais informações clique aqui
  • O Vô na Feira surgiu a partir de uma demanda da comunidade que ansiava por uma plataforma onde pudessem fazer o gerenciamento de uma feira virtual. Para mais informações clique aqui
  • O Solicita surgiu a partir da necessidade de tornar digital o processo de solicitação de documentos no setor Escolaridade, da UFRPE/UAG, através de um sistema web. Para mais informações clique aqui
  • O GNU/Linux SofiaEdu e EdUCA foram projetos com a personalização Linux que oferece um conjunto de ferramentas de software para a educação. Para mais informações clique aqui e aqui
  • O Piscicultec é um sistema que oferece ferramentas de gerenciamento de tanques de piscicultura. Para mais informações clique aqui
  • O sistema ColinasJob se propõe a conectar empresários, estudantes e profissionais em Garanhuns e região, dando visibilidade a todos. Para mais informações clique aqui

Entre os projetos apoiados, estiveram, por exemplo:

  • Desenvolvimento de soluções de reconhecimento e análise de vídeos para atender demandas de segurança do mercado interno brasileiro. Por exemplo, identificação em tempo real de assaltos em postos de gasolina, lotéricas e fazendas. Para mais informações clique aqui
  • Estudo, avaliação e desenvolvimento de tomógrafos industriais de tempo real baseados no uso de conhecimento a priori a respeito da natureza dos objetos em análise. Tem como objetivo o desenvolvimento de ferramenta de software com ambiente gráfico integrado para simulação de experimentos tomográficos. Para mais informações clique aqui
  • Um processo ágil de desenvolvimento de software baseado em evidências para equipes distribuídas. Com o objetivo de construir um processo ágil de desenvolvimento de software capaz de auxiliar instituições e organizações/empresas nas atividades demandadas em seus contextos. Para mais informações clique aqui
  • Glossário audiovisual do educador Paulo Freire foi uma demanda do Instituto Paulo Freire (SP) em parceria com a UFRPE em que foi preparado espaço virtual para disponibilização do glossário. Para mais informações clique aqui
  • A presença do educador Paulo Freire na web: pesquisa, desenvolvimento e implantação de repositório virtual. Projeto em parceria com o Instituto Paulo Freire em que busca oferecer contribuições para democratizar o acesso à obra do educador Paulo Freire. Para mais informações clique aqui

Ademais, durante esse ano passaram pelo Laboratório um total de 12 docentes, 3 técnicos e 72 discentes de vários cursos da UAG, sejam eles ligados a projetos de extensão, de pesquisa, de inovação tecnológica, estágios não obrigatórios, estágios obrigatórios (ESO), voluntários etc. Um deles, o aluno Mateus Resende, do curso de Ciência da Computação, fez o seguinte depoimento:

“[...] de cara eu já queria falar que ter participado do laboratório contou muito para conseguir a vaga de emprego, isso não só pra mim. Isso porque o laboratório traz uma vivência muito próxima do mercado de trabalho, uso de tecnologias atuais, metodologias de desenvolvimento na prática, contato com o cliente e com uma grande vantagem que é o apoio de professores para qualquer dúvida. O LMTS é uma ótima forma de colocar em prática várias coisas que normalmente só vemos na teoria durante as aulas e muitas vezes nem achamos que é tão importante mas na real são importantes e bastante valorizadas no mercado [...]”.

A ex aluna Alana Tenório, ESO de 2018.2 declarou:

“[...] Sou bastante grata ao LMTS e principalmente aos professores participantes. Todo o conhecimento e experiência adquiridos aí são de bastante valia para as atividades que realizo no meu trabalho hoje[...]”.

Por fim, o ex aluno e antigo bolsista do PIBITI, Pedro Soares, também deixou seu depoimento:

“[...] Não é atoa que eu, Alana e Mateus conseguimos, através do LMTS, um trabalho bem legal logo após terminar a faculdade. O LMTS colaborou imensamente com o nosso desempenho. Ele também nos ensinou como sermos responsáveis, como se comportar em um ambiente de trabalho e também como ajudar as pessoas[...]”

Por fim, o LMTS agradece a todos que fizeram ou fazem parte do Laboratório. É uma satisfação imensa saber que o empenho de todos contribuiu não só com o crescimento do LMTS, mas também com o crescimento pessoal de cada um. É com enorme gratidão que o Laboratório conclui o ano cumprindo suas metas, conquistando parcerias e com diversos projetos no horizonte para 2020.

 

*Com informações de: http://lmts.uag.ufrpe.br/br